Marcelo Souto Maior Lendo Foto
Créditos: Leandro Pagliaro

Dedicatórias

Enquanto eu organizava meu acervo, em busca de fotos para esse site, três dedicatórias perdidas no tempo reapareceram.

Duas estavam escritas em exemplares entregues a meu pai, que partiu neste ano (2020). A terceira dedicatória de uma edição que, não sei por que, nunca cheguei a entregar à minha mãe (e que permanece sem data).

Compartilho aqui estes escritos de um jovem Marcel, ainda às voltas com a emoção de estar lançando seu primeiro livro ( “As vidas de Chico Xavier”) – dedicatórias 1 e 2 - e com a ilusão de que o lançamento do livreto “As lições de Chico Xavier” o liberaria de fazer palestras sobre Chico (dedicatória 3). Hoje faço lives sobre ele e publico suas histórias nas redes sociais.

Dedicatória  Pai Foto
Dedicatória Mãe Foto
Dedicatória Pai o2 Foto

Livros

Abaixo, breve descrição de cada livro. Abro mão da primeira pessoa aqui, em favor da boa e velha objetividade jornalística. Muitos destes textos constam das orelhas e contracapas das obras publicadas.

Marcel Souto Maior Palestra Foto
Marcel souto maior Escrevendo dedicatória em Livro Foto

"Nós, os ETs" - 2020

Nós os ETS Capa Livro Foto

Nós, os ETs nasceu em plena pandemia, quando o planeta Terra parou e fomos confrontados, mais uma vez, com o quanto somos frágeis e vulneráveis. Com o inimigo invisível à espreita do lado de fora, confinado em casa com a família, o jornalista e escritor Marcel Souto Maior começou a pôr no papel, à caneta, nas madrugadas de insônia, mensagens vindas de outras galáxias, de dentro e de fora de nós...

Quem somos nós? Qual a nossa missão? De onde viemos? Para onde vamos? O que nos move e comove de verdade? São respostas a estas perguntas que eles, os ETs, buscam neste livro, ilustrado por Mariana Massarani.
Compre aqui

"Kardec, a história por trás do filme" - 2019


"Kardec, a história por trás do filme" foi publicado em 2019 pelo jornalista Marcel Souto Maior e pelo diretor Wagner de Assis, durante a campanha de lançamento do longa-metragem. Conta a história dos bastidores do filme sobre Allan Kardec, que estreou nos cinemas do Brasil no dia 16 de maio de 2019 e chegou a mais de 180 países através da Netflix. O que fez o professor Rivail se transformar em Allan Kardec? O que o levou a acreditar na presença e influência dos espíritos? Que adversários ele enfrentou para difundir a doutrina anunciada em “O livro dos espíritos”? As respostas saíram da biografia e chegaram às telas do cinema e ao streaming em 2019. Uma viagem no tempo a Paris do século XIX, ainda em obras e à luz de velas. Cento e cinquenta anos depois de sua morte, Kardec vive na pele do ator Leonardo Medeiros e os bastidores de seu renascimento estão documentados aqui.
Compre aqui

"Kardec, a biografia" - 2013


Kardec Biografia Foto Livro

“Kardec, a Biografia”, publicada por Marcel Souto Maior em 2013, reconstitui os principais marcos da trajetória do professor francês Hippolyte Léon Denizard Rivai. O que fez o professor cético se transformar no codificador e principal divulgador do Espiritismo, após lançar “O Livro dos Espíritos”, obra fundadora da doutrina? É esta história que o jornalista conta, com objetividade e com o cuidado de registrar vitórias e derrotas, surpresas e decepções vividas pelo professor francês, sob ataque permanente da imprensa, da Igreja, de antigos companheiros da Ciência e de dissidentes da doutrina. Compre aqui

"Frases para guardar" - 2012


Frases para Guardar Foto Livro

"Frases para guardar", livro publicado em 2012 pelo jornalista Marcel Souto Maior, é uma coletânea de citações que o autor foi reunindo ao longo da vida durante suas leituras e pesquisas. ‘Mensagens para inspirar, surpreender, fazer rir ou fazer pensar”, como está descrito na capa da edição, pontuada por frases inspiradoras – e também divertidas – ditas ou escritas por figuras tão variadas quanto Voltaire e Lady Gaga, Gandhi e Steve Jobs. Organizadas por temas que facilitam a consulta, as frases trazem lições ou provocações como estas: ‘Ele não sabia que era impossível. Foi lá e fez’ (Jean Cocteau) e “O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça”. (Coco Chanel).
Compre aqui

"Chico Xavier – A história do filme de Daniel Filho" - 2010


Chico  Xavier a História por Trás do Filme Foto Livro

"Chico Xavier" o livro de bastidores do filme, publicado em 2010 pelo jornalista Marcel Souto Maior, faz um mergulho jornalístico nos bastidores do filme sobre um dos personagens mais intrigantes e impressionantes do Brasil. Chico Xavier – que faria cem anos em 2010 – mexeu com a emoção de todos os envolvidos no longa-metragem de Daniel Filho, protagonizado por Nelson Xavier. Compre aqui

"Almanaque da TV Globo" - 2006


Almanaque TV Globo Foto Livro

"Almanaque da TV Globo", livro publicado em 2006 pelo jornalista Marcel Souto Maior, traz um painel divertido e emocionante das quatro primeiras décadas de história da emissora, desde a estreia no dia 26 de abril de 1965 até o ano da publicação. Nesta obra, o leitor reencontra histórias e personagens que fazem parte da sua vida e da memória afetiva de todos nós. São muitas as surpresas a cada capítulo porque, mais do que um painel histórico, o almanaque é um álbum de recordações. Um retrato da nossa memória afetiva, um mergulho neste imenso inconsciente coletivo habitado por personagens de ficção e de carne-e-osso que fazem parte do nosso imaginário e do nosso dia-a-dia.
Compre aqui

"Se é para brincar eu também gosto" - 2006


Se é para Brincar eu Também Gosto Foto Livro

Se é para brincar eu também gosto, livro publicado em 2006 pelo jornalista Marcel Souto Maior, é um projeto audiovisual sobre a vida de Sonia Lins, artista da palavra e da imagem. Sua obra, intuitiva e insólita, lírica e irreverente, é retratada no livro.

A publicação cruza as experiências gráficas e a prosa contundente de Sonia com os principais momentos de sua vida: a infância em Minas Gerais.

Neste livro, o leitor poderá saborear uma experiência de vida única dedicada à arte e à paixão pela palavra.

"As lições de Chico Xavier" - 2005


As Lições de Chco Xavier Foto livro

Quais as principais lições deixadas por Chico? O que mais me marcou? O que aprendi com a vida e a obra dele? Hoje sou menos cético?

As respostas estão aqui neste livro, uma versão ampliada das minhas palestras.
Compre aqui

"Por trás do Véu de Ísis" - 2004


Por Trás do véu de Ísis Foto Livro

"Por trás do Véu de Ísis", livro publicado pelo jornalista Marcel Souto Maior em 2004, é uma investigação sobre a comunicação entre vivos e mortos. O título é um fragmento de uma mensagem que teria sido ditada pelo espírito de Humberto de Campos ao médium Chico Xavier: “Quanto a mim, digam que estava por detrás do Véu de Ísis”. O que existe de verdade ou ilusão, evidência ou autossugestão no polêmico – e também consolador - território da psicografia de mensagens atribuídas aos espíritos e do intercâmbio com outras dimensões? É esta pergunta que o repórter busca responder, enquanto acompanha uma mãe que perdeu os dois filhos (Juraci Quirino) e tenta fazer contato com eles em diversos centros espíritas do país. Um diário de busca, marcado por surpresas e decepções – a mais completa e intrigante reportagem já produzida sobre este “território movediço onde vivos e mortos se encontram”, como o autor costuma definir.
Compre aqui

"As Vidas de Chico Xavier" - 1994 / 2003


As Vidas de Chico Xavier Foto Livro

As Vidas de Chico Xavier é o livro de estreia de Marcel Souto Maior. Ele era subeditor do “Caderno B” do “Jornal do Brasil”, quando decidiu desembarcar na cidade mineira de Uberaba para escrever a biografia de Chico Xavier. Os amigos de redação estranharam. ‘Chico Xavier? Não é o Chico Buarque, o Chico Mendes, o Chico Anysio, o Chico Mendes?” 

Por que Marcel, que sempre se declarou não-espírita, decidiu contar a história do principal representante do espiritismo no Brasil? “Fui movido pelo interesse jornalístico”, Marcel costuma dizer. “Chico escreveu mais de 400 livros, vendeu mais de 30 milhões de exemplares e doou toda a renda dos direitos autorais a instituições beneficentes. Os livros não me pertencem. Eu não escrevi nada. Eles, os espíritos, escreveram”, costumava dizer. Aos que diziam que, mais cedo ou mais tarde, Chico cairia, desmascarado como fraude, por exemplo, ele dizia: “Não vou cair, porque nunca me levantei.”
Compre aqui